VIAJAR

Dicas para viajar de avião com crianças e bebês


Garanta uma viagem confortável

Algumas companhias aéreas, se avisadas com 24h de antecedência, podem providenciar alimentação especial para a criança. É recomendável, também, levar lanchinhos para o pequeno, lembrando sempre que em voos internacionais, líquidos não podem ser transportados em embalagens maiores que 100 ml. Além disto, alimentação de bebês e remédios devem ser transportados na quantidade a ser utilizada apenas durante o voo.

Verifique a possibilidade de desconto

Algumas companhias aéreas permitem que crianças de até dois anos viajem por 10% ou menos do valor integral da passagem, desde que sejam transportadas no colo dos pais. Podem, entretanto, cobrar o valor integral se a criança ocupar um assento.

Confira a documentação

No caso de viagens ao exterior, é necessário apresentar RG e passaporte (não se esqueça de verificar sua validade). Alguns países exigem visto. Atenção: é necessário apresentar no check-in documento que comprove filiação caso a criança esteja usando o novo passaporte (modelo azul), que não oferece informações sobre paternidade.

Diversão garantida

Providencie atividades para a criança se entreter ao longo da viagem. Caso não deseje levar itens que podem se perder pelos bancos, como lápis e giz de cera, instale em seu tablet ou smartphone alguns aplicativos desenvolvidos para a diversão dos pequenos.

Prepare-se para emergências

Ter à mão fraldas e uma muda extra de roupa para a criança pode mostrar-se muito útil em caso de emergência. Quanto a remédios, basta montar um kit simples com os mais essenciais: analgésico, colírio, antitérmico, antienjôo… Caso o remédio seja tarja vermelha ou preta, recomenda-se levar a receita também.

Tempo é relativo

Tudo pode ser mais demorado quando se viaja com crianças. Reserve mais tempo do que o usual para cada etapa da viagem e programe-se para chegar mais cedo ao aeroporto, garantindo que todos os procedimentos sejam realizados com tranquilidade e segurança.